Perfil do chef: Joca Pontes (Golden Tulip Natal)

De escolas francesas, ele trouxe conhecimentos valiosos para a cozinha do Golden Tulip Natal (RN)

Joca Pontes, chef à frente da cozinha do hotel Golden Tulip Natal Ponta Negra, localizado na capital do Rio Grande do Norte, é pernambucano, tem 42 anos e pensa de maneira sólida e verdadeira. “Profissão de chef não existe. Chef é um cargo. Quem deseja seguir uma carreira na cozinha precisa ter certeza que quer suar a camisa, e abdicar de vários momentos de lazer. É importante saber admirar quem trabalha bem, e sempre se inspirar nestes exemplos”.

Sua carreira foi para uma vertente totalmente diferente do esperado: o chef se formou, inicialmente, em Administração de Empresas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e trabalhou em diversas áreas antes de chegar à culinária.

“Já fui músico, estagiário em um escritório de advocacia, e já trabalhei com minha irmã. Comecei a trabalhar cedo – aos 18 anos – mas, na gastronomia, ingressei somente aos 25. Realizei dois cursos na França e atuei em algumas cozinhas de lá. Minha principal experiência foi no Ze Kitchen Galerie, de Paris, onde fiquei por um ano e sete meses. O chef responsável era William Ledeuil, que considero como meu mestre. Aprendi demais nessa temporada”, relembra.

Leia o perfil completo na página 36 da edição 401

Deixe uma resposta