Perfil da chef Amanda Lopes

A graduação no Senac Campos do Jordão foi a base necessária para que Amanda Lopes não tivesse dúvida sobre a carreira a seguir. A especialidade, no entanto, surgiu na prática adquirida na Ècole Lenôtre e no Institut Paul Bocuse, duas das melhores escolas francesas do ramo da pâtisserie. De volta ao Brasil, aprimorou seu conhecimento em cozinhas renomadas como a da Douce France, comandada pelo francês Fabrice Lenud. Tempos depois chefiou a confeitaria do restaurante La Brasserie, de Erick Jacquin, e em 2011 foi premiada pela Revista Gula como a melhor doceira, pela atuação como chef pâtissière do restaurante Saint Honoré.

O novo desafio Amanda encara desde julho do ano passado, quando assumiu, ao lado do italiano Raffaele Mostaccioli, a cozinha da Jelly Bread, dos mesmos sócios-proprietários dos restaurantes paulistanos Girarrosto, Italy, e Kaa. Menos de um ano depois de lançada, a casa ganhou a primeira filial, um quiosque no Shopping Pátio Paulista, também sob o comando da dupla.

Idealizada para transformar-se em uma rede de padarias e confeitarias, a Jelly Bread tem perto de 80 diferentes itens de doçaria, entre os quais está o premiado Mil Folhas (nas versões baunilha e banana caramelada), criação de Amanda reconhecida pela Revista Época como o melhor de São Paulo em 2012. “Nosso diferencial é que eles são montados no momento exato de serem servidos”, explica a chef que também se esmera na produção de macarrons, brigadeiros gourmet, quindins, mousses e sonhos, além de bolos confeitados, com ou sem recheio, como os tradicionais de mandioca e coco.

Além do público local, as casas também atendem pedidos sob encomenda para eventos e até mesmo para outros restaurantes da capital. Ingressar na linha dietética, entretanto, não está nos planos da chef. “Temos uma nutricionista em nossa equipe, mas entendemos que esse diferencial acaba por descaracterizar nossos produtos, tanto no sabor quanto na apresentação. Não é o propósito da casa”, afirma Amanda.

Completam as opções da Jelly Bread as criações em pães doces do italiano Rafaelle Mostaccioli, entre as quais receitas exclusivas da casa como o Brioche com Amêndoas, Pandoro, Pão com Passas e Nozes e o Pão Campones, todos produzidos com fermentação 100% natural.

Deixe uma resposta