Four Seasons Tented Camp

A arte de emocionar e proporcionar experiências memoráveis. Por Alessandra Leite

Na região conhecida como Triângulo de Ouro, onde a Tailândia, Laos e Myanmar (antiga Birmânia)  fazem fronteira, o Four Seasons Tented Camp vai além do conceito de hospedagem.  Desde a chegada até a hora da partida, são muitos momentos  especiais. A interação com os elefantes, a hospitalidade dos funcionários e a atenção aos detalhes são alguns deles que, certamente, ficarão eternizados no coração dos hóspedes.

O conceito e projeto do hotel têm os elefantes como principal fonte de inspiração – desde as atividades e experiências oferecidas até a arquitetura e decoração, inspirada na atmosfera romântica dos exploradores do século 19, que dão um charme ao empreendimento.Toalhinhas

Elefantes

A região já foi a maior produtora de ópio do mundo. Os chineses usavam o ouro para trocar pela droga produzida ali, por isso o nome Triângulo de Ouro. O governo tailandês recuperou as áreas utilizadas para o cultivo ilegal da papoula e criou centros de plantio de frutas, legumes e flores.

É neste cenário, rodeado por florestas tropicais, que o Four Seasons Tented Camp e o Golden Triangle Asian Elephant Foundation (GTAEF) trabalham juntos no resgate de elefantes que sofrem maus tratos. Oferecem a eles a chance de viverem felizes em ambiente natural e seguro e a oportunidade das pessoas conviverem e interagirem com estes amáveis animais.

A principal atividade do resort é o mahout training, onde os hóspedes aprendem as técnicas dos mahouts  (os tratadores dos elefantes), como os comandos básicos para conduzí-los e três diferentes formas de subir e descer do animal. Depois do treinamento é hora de se divertir e passear no lombo do seu paquiderme pelas matas tailandesas, com direto a banho no rio. Todos os dias durante o café da manhã, eles também aparecem para dar bom dia e serem alimentados com bananas.

Como tema principal do resort, os elefantes estão estampados em detalhes como: na decoração dos ambientes, bordados nas toalhinhas geladas entregues antes das refeições, nas taças de vinho, nos biscoitos e no carismático cartão, com mensagens de alguns dos colaboradores, deixados no quarto um dia antes da nossa partida.

Toalhinhas

Estadia

O transfer nos deixou na cidadezinha de Chiang Saen, que fica às margens do rio Mekong, onde um funcionário nos recebeu e embarcamos em um barquinho. Ali começava a experiência no Four Seasons Tented Camp, que seria uma das mais memoráveis. O percurso levou apenas cinco minutos e, ao chegar no hotel,  fomos convidados a bater em um gongo como sinal de boa sorte.

O empreendimento aproveitou os atrativos naturais da propriedade e criou um lobby a céu aberto, onde os hóspedes são recepcionados com toalhinhas geladas e um refrescante chá de capim limão servido em um copo de bambu esculpido. Um caminho em meio à densa vegetação leva às charmosas acomodações.

São apenas 15 luxuosas tendas de lona com quarto e banheiro integrados. Divisórias de zíper separam apenas o toalete, o chuveiro externo e a varanda, uma atração à parte com  camas de massagens ou hidromassagem, e vista para as montanhas de Myanmar, que ficam do outro lado do rio Ruak. Móveis de madeira e objetos locais conferem rusticidade às acomodações, mas sem deixar o conforto de lado, incluindo um frigobar em que todos os produtos e bebidas alcoólicas são cortesias.

O Four Seasons Tented Camp é o único empreendimento all-inclusive da rede. Há pacotes de duas, três ou quatro noites em que estão incluídos: o mahout training, tratamento no spa e passeio pela cidade de Chiang-Saen para conhecer os mercados, templos e o museu do Ópio. Para quem quiser explorar mais a região, o hotel oferece tours privativos para as tribos das montanhas, as plantações de chá, as lojas de artesanatos e também para a cidade de Tachilek, em Myanmar.  Optamos por este passeio e foi interessante conhecer um pouco deste país, que abriu recentemente suas fronteiras para o turismo após cinco décadas de regime militar.

Após um dia de atividades, é hora de relaxar na beira da piscina ou escolher uma das terapias disponíveis no spa para renovar as energias. São apenas dois bangalôs abertos e totalmente integrados com a natureza.  No fim do dia, os hóspedes são convidados a conhecer o Burma Bar, admirar o pôr do sol e saborear um dos deliciosos coquetéis criados especialmente para o hotel.  O jantar pode ser servido em diferentes ambientes, incluindo a adega e o campo de treinamento de elefantes, que fica todo iluminado por tochas.

Mais informações: www.fourseasons.com/br.

Deixe uma resposta