Economia em prol do meio ambiente

Como o hoteleiro pode diminuir as contas e ser sustentável

Energia, água e resíduos são questões que devem ser gerenciadas com atenção pelos hotéis. Adotar práticas sustentáveis, além de ajudar o meio ambiente, pode representar economia no final do mês. 

De acordo com um estudo desenvolvido pelo WWF-Brasil em parceria com a ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) e elaborado pela LCA Consultores, a energia solar fotovoltaica é uma fonte limpa e tem inúmeras vantagens, pois exerce um papel complementar às hidrelétricas, não emite CO2 e dispensa o uso de combustíveis, o que reduz seu custo. Porém, as medidas e políticas de incentivo do setor ainda precisam ser aperfeiçoadas, apesar de o governo ter dado alguns passos nesse sentido.nergia, água e resíduos são questões que devem ser gerenciadas com atenção pelos hotéis. Adotar práticas sustentáveis, além de ajudar o meio ambiente, pode representar economia no final do mês.

Para fomentar o setor, em dezembro de 2015, o Ministério das Minas e Energias lançou o Programa de Desenvolvimento da Geração Distribuída de Energia Elétrica (ProGD), para ampliar as ações de estímulo à geração de energia pelos consumidores, com foco especial na solar fotovoltaica. Entre as ações previstas está a atualização da Resolução Normativa nº 482, que transforma o excedente produzido em créditos, que podem ser utilizados em até 60 meses para abater as faturas seguintes. 

Leia a matéria completa na página 24 da edição 392

 

Deixe uma resposta