Rogério Costa, o chef da pousada Camurim Grande (AL)

No ano de 2003, o Brasil perdia uma grande promessa do futebol e a gastronomia ganhava um talento: Luís Rogério da Costa, recifense que coloca uma pitada de amor em cada um de seus pratos hoje preparados na pousada Camurim Grande, em Maragogi (AL).

Nascido em 1985, casado e pai de quatro filhos, o chef conta que teve uma infância divertida. “Naquela época não havia tanta preocupação como hoje, e aproveitávamos até tarde da noite brincando na rua”, lembra Rogério, que sonhava em ser militar ou jogador de futebol. “O futebol me cativava mais e eu era muito bom. Enquanto aguardava a época do alistamento, joguei muito na escola e ganhei títulos”, conta. 

Paralelamente, o rapaz auxiliava a mãe nas tarefas de casa enquanto ela e o pai trabalhavam. “Confesso que desde então sou apaixonado por casa arrumada. Faço com muito gosto até hoje quando me sobra um tempinho”.
Além da organização, ajudar a mãe também despertou o interesse do garoto pela gastronomia. “Eu preparava lanches e almoços para toda a família. Claro que nessa época não via a atividade como profissão, mas certamente a paixão já corria pelas minhas veias”. 

Leia a matéria completa na edição 416 ou no nosso app, disponível para download na Apple Store e no Google Play

Deixe uma resposta