O verde nunca sai de moda

Faça uma rápida pesquisa. Pergunte aos seus familiares e amigos mais próximos qual é a paisagem ideal para um dia de relaxamento e tranquilidade. É certo que a maioria descreverá um ambiente de natureza; talvez uma praia, um parque, um lugar com vista para as montanhas ou próximo a uma cachoeira. O fato é que estar em contato com a natureza auxilia na redução do estresse, da ansiedade e da depressão, na melhora da qualidade do sono, do desenvolvimento cognitivo, da imunidade e até no aumento da alegria.

No ambiente hoteleiro, independentemente do seu porte, nicho ou localização, um projeto paisagístico bem elaborado pode fazer toda a diferença na percepção do hóspede e na qualidade da hospedagem. “Trazer a natureza para perto de nós é muito importante. A inclusão de jardins e plantas em um hotel proporciona ambientes mais aconchegantes e acolhedores”, afirma o arquiteto Luiz Felipe Camargo Gomez, da Folha Paisagismo.

A arquitetura da paisagem transforma ambientes construídos em locais mais agradáveis. Não por acaso os hóspedes preferem quartos com vistas para o jardim – e pagam mais por isso. “Costumo dizer que o nosso trabalho é fundamental para a harmonização do ambiente e o resgate da convivência com o verde. Um bom projeto paisagístico agrega muito a qualquer empreendimento. É a cereja do bolo”, diz a paisagista Beatriz de Santiago.

Para a profissional, os hotéis precisam investir em áreas verdes. Até mesmo os mais econômicos devem pensar no tamanho do bem-estar que um pequeno foco de natureza pode proporcionar aos seus hóspedes. “Sabendo trabalhar bem, é possível fazer um projeto simples e ter um resultado surpreendente. Nos ambientes corporativos, inclusive, acredito ser uma questão de qualidade de vida”, diz.

Leia a matéria completa na edição 411

Deixe uma resposta