Itália investe na diversidade com destinos LGBT-friendly

Nesta semana, a ENIT – Agência Nacional de Turismo da Itália e a IGLTA (Associação Internacional de Turismo LGBTQ+) reuniram convidados em live no Zoom para falar sobre os atrativos do país europeu, com foco na diversidade. Por meio da campanha Mangia che ti fa bene, os participantes receberam uma pizza margherita para saborear de casa na noite do encontro.

“Estamos com saudade de viajar para a Itália, mas assim que pudermos de novo há uma lista enorme de atrações e destinos para conhecer e também revisitar”, comentou Fernanda Longobardo, diretora do escritório da ENIT no Brasil.

Durante a live, Giuseppe Giulio, do site Gay.it, um dos maiores veículos de conteúdo LGBT+ da Itália, destacou as opções para a comunidade, dividido por segmentos. “Temos um grande número de redes hoteleiras e hotéis independentes com produtos formatados especialmente para LGBTs, além das nossas tradicionais atrações culturais e a possibilidade de fazer o seu casamento com empresas especializadas”, diz Giulio.

Entre as principais recomendações, no Norte da Itália o viajante pode escolher Milão, Cinque Terre e Lago Garda, no Centro tem Florença, Lago Trasimeno e parques naturais, mas ainda tem o Sul com a Costa Amalfitana, Puglia e Matera. Entre as ilhas italianas as principais dicas são Capri, Eolie e Sardenha. Já Cortina d’Ampezzo foi apresentado como opção para quem gosta de turismo de neve.

Para quem trabalha com turismo, Milão sediará em 2022 a convenção global da IGLTA, com foco na promoção de negócios do trade, com representantes de operadoras, agências e mais empresas do turismo de todo o mundo. “Não vemos a hora de realizar o nosso principal evento em Milão”, disse Clovis Casemiro, coordenador para o Brasil da IGLTA.

Foto de capa: Henrique Ferreira/Unsplash

Deixe uma resposta