Hotéis do Guarujá (SP) retomam operações após quatro meses

Os hotéis do Guarujá, no litoral de São Paulo, voltaram a funcionar após quatro meses fechados, devido ao avanço da pandemia do coronavírus. A retomada da demanda turística começou no início de setembro, de forma gradual na região, e os empreendimentos devem operar com apenas 40% da taxa de ocupação.

Os protocolos foram recomendados pelo consultor Marcelo Boeger, que é especializado em biossegurança e membro da Associação Mundial do Turismo de Saúde e Bem-estar (AMTSBE). Além disso, durante o período de pausa, o Guarujá Convention & Visitors Bureau manteve apoio aos empreendimentos.

“Realizamos uma série de iniciativas voltadas à preservação de empregos e renda. Entre elas, destaco a campanha promocional dos serviços de delivery nas redes sociais, apoio à versão virtual do Festival Gastronômico, participação em lives e utilização de outros recursos de difusão de informações sobre o destino”, destaca Maria Laudenir de Oliveira, presidente do GCVB Visite Guarujá.

Atrativo turístico para estrangeiros

No mês de julho, a executiva da GCVB – Visite Guarujá, Sandra Chiamulera, conduziu uma reunião para agências de viagens sediadas em Miami (EUA), com objetivo de apresentar os atrativos turísticos do destino e a estrutura para receber os turistas estrangeiros. A ação é uma capacitação, realizada pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo (Setur-SP), para promover os atrativos turísticos do Estado de São Paulo.

“Com todas essas iniciativas demonstramos maturidade empresarial e sinergia com o poder público, em todos os níveis. Por isso, a retomada da demanda iniciou em setembro e, dentro da nova normalidade, estamos engajados na campanha Guia do Viajante Responsável, lançada pelo Movimento Supera Turismo Brasil”, diz a presidente da entidade.

Foto de capa: Leo Akiyama / Pixabay

Deixe uma resposta