Brasileiros engrossam fluxo aos villages da Chic Outlets

País é o quinto emissor de turistas, atrás até mesmo dos EUA e do Japão

O Brasil está no ranking dos top 10 destinos emissores de visitantes para o Chic Outlets, maior grupo de outlets de luxo da Europa com villages em Fidenza (Milão), Ingolstadt (Munique), Bicester (Londres), Kildare (Dublin), La Roca (Barcelona), La Valle (Paris), Las Rozas (Madri), Maasmechelen (Bruxelas) e Wertheim (Frankfurt). No primeiro trimestre deste ano, as vendas isentas de impostos geradas pelos brasileiros (que gastam em média 295 euros por transação) cresceram 63% na comparação com o mesmo período de 2010.

Com a mesma configuração das lojas de grife situadas na Quinta Avenida, em Nova York, ou na Bond Street, em Londres, e produtos de renomadas marcas como Armani, Versace, Dior, Burberry, Jimmy Choo, Prada, Carolina Herrera, Missoni, dentre outras, o apelo dos Chic Outlets estão nas barganhas – as chamadas compras inteligentes – que se traduzem em descontos de até 60%, praticados durante o ano todo.

No final do mês passado, a rede relançou o website www.ChicOutletShopping.com com algumas novidades, como as seções Chic Destinations, sobre cidades e regiões mais interessantes da Europa, e Window Shopping, com a lista dos produtos mais interessantes que serão vendidos nos villages da rede a cada mês. A página tem informações em inglês, francês, espanhol, catalão, italiano, flamenco, alemão, russo, árabe, japonês e chinês simplificado e inclui o The Chic Guide to Summer, um calendário digital inovador com todas as celebrações que acontecerão nos nove villages durante a estação.

Deixe uma resposta