Accor transforma quartos de hotéis em salas de escritório para novo serviço em SP

A Accor otimizará parte do total de quartos de 23 hotéis, de marcas econômicas, midscale e premium, operados pela empresa na Grande São Paulo, para oferecer o serviço Room-Office. A nova proposta vai transformar quartos de hotéis em espaços privados de escritórios para profissionais autônomos e colaboradores de pequenas, médias e até grandes empresas. O novo serviço começa em São Paulo, mas será estendido às demais praças da América do Sul nas próximas semanas, com escritórios para até duas pessoas.

“Nesse momento de isolamento social, muitas pessoas estão buscando tranquilidade e infraestrutura para trabalhar. Ter um local seguro, perto de casa, confortável e com preço acessível será uma solução para muitos profissionais de diferentes áreas”, afirma Olivier Hick, COO das marcas midscale e econômicas da Accor no Brasil. “É importante frisar que o ambiente estará limpo, seguindo os mais altos e rigorosos padrões de higiene e limpeza”.

Para dar início ao projeto, a Accor realizou uma pesquisa com mais de 530 clientes da capital paulista e região metropolitana. Quando questionados se preferem trabalhar fora do ambiente doméstico, 67,33% dos entrevistados responderam que sim. E 47,16% afirmaram que o motivo de sair de casa para trabalhar seria contar com uma estrutura adequada de escritório.

Quando perguntados se considerariam usar um quarto de hotel adaptado para se tornar o seu escritório privativo, 87,22% afirmaram que sim. Para 61,36% ter um alto padrão de higiene e sanitização oferecido pelo hotel nesta época de pandemia é o diferencial mais importante. Outros 56,25% colocaram o wi-fi de alta velocidade como item mais importante.

Como funciona

No novo espaço, no lugar de uma cama, o cliente encontrará mesas, cadeiras, sofá, além de internet de alta velocidade, frigobar, água, chá e café, tudo em um período de uso das 8h às 20h. Além disso, alguns hotéis também poderão oferecer equipamentos para reuniões online, como monitores, utensílios áudio e visual, entre outros.

Os hotéis também servirão pacotes de Alimentos & Bebidas com café da manhã, almoço e jantar via room service. Áreas comuns como restaurantes, piscinas, academias, entre outras, seguem fechadas atendendo às exigências das autoridades. Entretanto, para alguns dos hotéis que dispõem de academia, os equipamentos estarão disponíveis para aluguel e uso dentro do quarto.

Preço do serviço

Os valores que serão aplicados nos pacotes são divididos nas categorias econômicos (Ibis, Ibis Styles e Ibis budget), midscale (Adagio Aparthotel e Mercure) e premium (Pullman e The Capital São Paulo Itaim – futuro Grand Mercure).

Os valores de day use vão de R$ 99 a R$ 220, de acordo com a categoria escolhida pelo cliente. Também será possível optar por pacotes semanais (7 a 30 dias), por valores que vão de R$ 624 a R$ 1.386, e pacotes mensais (mínimo de 30 dias), por valores que vão de R$ 2.228 reais a R$ 4.950, dependendo da categoria. Os clientes do programa de fidelidade da Accor, ALL – Accor Live Limitless, também poderão utilizar seus pontos no serviço.

Confira a lista de hotéis com serviço Room-Office:

– Adagio São Paulo Itaim Bibi

– Adagio São Paulo Berrini

– Adagio São Paulo Barra Funda

– Ibis Guarulhos

– Ibis Osasco

– Ibis Budget São Paulo Paulista

– Mercure Guarulhos Aeroporto

– Mercure Santo André

– Mercure São Caetano

– Mercure São Paulo Ginásio do Ibirapuera

– Mercure São Paulo Ibirapuera Privilege

– Mercure São Paulo Moema

– Mercure São Paulo Times Square

– Mercure São Paulo Alamedas

– Mercure São Paulo Bela Vista

– Mercure São Paulo Grand Plaza Paulista

– Mercure São Paulo Nações Unidas

– Mercure São Paulo Paraíso

– Mercure São Paulo Pinheiros

– Mercure São Paulo Vila Olímpia

– The Capital (futuro Grand Mercure Itaim Bibi)

– Pullman São Paulo Ibirapuera

– Pullman Guarulhos