Zeax quer criar primeira rede brasileira de motéis

A Zeax Expertise em Motéis está desenvolvendo um plano de expansão nacional e oferecendo oportunidade aos investidores interessados nesse modelo de negócio. O objetivo do grupo é criar a primeira rede brasileira de motéis, segmento que movimenta R$ 4 bilhões na economia e cresce 27%, em média, ao ano, segundo pesquisa própria. Em 2022, a estimativa é de que o mercado brasileiro de motéis movimente R$ 15 bilhões anuais.

“Os motéis no Brasil foram tratados, por muito tempo, com preconceito, mas esta situação está mudando. Estamos inovando no mercado criando duas bandeiras. Uma delas será um motel com suítes confortáveis e preços acessíveis, perfeito para cidades com mais de 300 mil habitantes. A outra será um motel premium, com serviços sofisticados, que poderá ser implantado em cidades com mais de um milhão de habitantes. Nosso negócio é administrar motéis e, por isso, buscamos investidores para nos auxiliar nesta estratégia de expansão”, afirma o diretor da Zeax, Vinicius Roveda.

Em 2011, o Bangalô Motel, localizado no Rio Grande do Sul e administrado pela Zeax, foi o primeiro motel no Brasil a ser vencedor estadual no Prêmio MPE Brasil. Este prêmio reconhece as melhores empresas na gestão da qualidade e é uma iniciativa do Sebrae, em conjunto com a Gerdau, grupo RBS, Fundação Nacional da Qualidade e Movimento Brasil Competitivo.

Em 2012, o foco da empresa é captar investidores individuais e institucionais, com valores a partir de R$ 500 mil para as novas unidades que serão administradas pela empresa. No caso dos investidores, como ressalta Roveda, o foco são construtoras que tem interesse no segmento de hospedagem.

Deixe uma resposta