Visitas de turistas a comunidades ribeirinhas de Tapajós (PA) estão liberadas

Desde 1º de outubro, as comunidades ribeirinhas na região de Tapajós e do rio Arapiuns (PA) retomaram suas atividades turísticas na terceira fase do Plano de Reabertura Gradual, elaborado por equipes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) junto com os representantes das comunidades envolvidas.

A Turismo Consciente, que atua na Amazônia promovendo vivências de ecoturismo e turismo de base comunitária, além de operar os barcos Belle Amazon e Amazon Dolphin, em parceria com a Cap Amazon, resolveu apoiar as comunidades levando informações e referências sobre protocolos sanitários implantados na reabertura de forma segura para todos os envolvidos.

“Nossa relação é sempre de respeito e responsabilidades de ambas as partes. Trouxemos nossos protocolos sanitários para serem validados e finalizados com nossos parceiros das comunidades para a visitação turística”, comenta Maria Teresa Meinberg, sócia-proprietária da Turismo Consciente.

Keissiane Maduro, Indígena Borraria, administradora de Operações da Turismo Consciente e que também faz parte da Associação de Mulheres Indígenas Surrarás do Tapajós, comenta sobre o pedido dos moradores locais para que os visitantes respeitem os protocolos estabelecidos.

“Com a implantação das unidades de conservação, o ecoturismo começou como uma renda complementar para as comunidades e, hoje, é a base econômica desse povo. Eles observam que podem manter seu patrimônio natural e cultural sem degradar a floresta e percebem que a preservação é atraente para os visitantes. Os moradores querem os visitantes de volta, mas pedem que a retomada seja feita de forma ordenada e sem riscos de contaminação”.

O sócio administrador dos barcos Belle Amazon e Amazon Dolphin, Jean-Philippe Perol, reforça a importância da Amazônia nesse momento de retomada do turismo, uma vez que atende aos novos desejos dos turistas. A experiência reúne lugares com natureza e interação com as comunidades locais.

Deixe uma resposta