Vagas temporárias são alternativa para o setor hoteleiro no verão

De olho na alta temporada de verão, a hotelaria já se prepara para atender à demanda crescente das viagens de lazer. Com isso, há uma busca maior para repor os funcionários dispensados durante a crise. Segundo o Banco Nacional de Empregos (BNE), atualmente há cerca de 700 vagas de trabalho temporário no setor, e esta é a modalidade de contratação mais adequada neste período, segundo o gerente de negócios do BNE, José Tortato.

“O que mais pesa é que o setor está precisando repor os trabalhadores que foram demitidos durante a pandemia de Covid-19. Como o momento ainda é incerto no mercado, a contratatação de temporários torna-se mais segura, além de ser rápida e dinâmica. Este tipo de contrato temporário é mais flexível, o que deixa o setor mais à vontade”, explica Tortato.

José Tortato

A empresa atua como um banco de vagas, onde empresas anunciam vagas e as pessoas podem buscar vagas de emprego compatíveis ao seu currículo. “Medimos os números por meio dos dados do nosso sistema, que incluem vagas anunciadas e pesquisas feitas. Abril foi terrível em quantidade e anúncio de vagas, que caíram drasticamente, mas a partir de julho o mercado começou a retomar. Agora vemos uma crescente, mas ainda não está no nível do ano passado”, avalia.

Sobre um retorno à “normalidade”, o gerente de negócios do BNE acredita que ocorrerá apenas quando houver um remédio ou vacina para o coronavírus. “Não fizemos um estudo preditivo, mas teremos uma retomada plena, ou pelo menos um retorno aos números pré-pandemia, quando for liberada uma vacina. Enquanto isso, as pessoas devem acreditar e continuar procurando emprego. O trabalho temporário é uma porta de entrada e boa parte acaba sendo efetivada nas empresas porque aproveita a oportunidade para mostrar a qualidade do seu trabalho”.

Deixe uma resposta