Turismo fatura R$ 12,8 bilhões no mês de setembro

O turismo, um dos segmentos mais impactados com a pandemia de Covid-19, começa a dar sinais de recuperação. No mês de setembro,  o setor cresceu 28%, em comparação com agosto, e atingiu R$ 12,8 bilhões. Os dados são do Índice Cielo de Vendas do Turismo da CNC (ICV-Tur-CNC), pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em parceria com a Cielo.

Em abril, as atividades turísticas atingiram apenas R$ 4 bilhões, considerado o faturamento mais baixo série histórica, iniciada em 2017, com queda de 66,4%, no comparativo com março. “A partir de maio, o faturamento do setor passou por um processo de recuperação mês a mês, devido a inúmeros fatores, como o maior número de pessoas nas ruas, o aumento da confiança dos consumidores, além das estratégias digitais adotadas pelas empresas”, afirma José Roberto Tadros,  presidente da CNC. 

Contudo, o número registrado em setembro ainda está longe dos dados registrados no mesmo mês de 2019, que alcançou R$ 19 bilhões, e do ínicio do ano, com R$ 20,4 bilhões em janeiro e R$ 17,8 bilhões em fevereiro.  Antonio Everton, economista da CNC responsável pela pesquisa, ressalta que a diminuição das vendas em janeiro e fevereiro e, principalmente, a intensa queda em março e abril fizeram com que as taxas de evolução do faturamento do turismo indicassem uma forte recuperação desde maio.

“Como o nível de comparação acabou ficando muito baixo, estas elasticidades mensais na casa de dois dígitos podem confundir a interpretação dos fatos econômicos”, explica ele, reforçando que a crise provocada pela pandemia imprimiu perdas históricas ao setor.

Deixe uma resposta