Secretaria de Turismo de SP lança material para tirar dúvidas sobre programa de crédito

Para orientar os empresários que buscam crédito no período de pandemia da Covid-19, a Secretária de Turismo do Estado de São Paulo lançou nesta semana um material informativo, que detalha as linhas possíveis em cada banco, as condições e, principalmente, como devem ser encaminhados os pedidos. “Há muitas dúvidas comuns entre os empresários. Fizemos cerca de quinze reuniões virtuais para tratar do Programa de Crédito e muitas perguntas se repetem”, comenta o secretário de Turismo do Estado, Vinicius Lummertz.

O material traz as linhas de créditos de todos os bancos parceiros do programa: Desenvolve SP, Banco do Povo Paulista, Banco do Brasil e Caixa. Os critérios e as condições variam para cada tipo de crédito, com carência de até 12 meses, prazos de 60 meses e taxas que vão de 0,3% a 1,2% ao mês. “Chamo atenção para o Pronanpe, lançado pelo Governo Federal no final de maio, que é mais flexível e atende 100% das demandas de micro e pequenas empresas”, ressalta Lummertz.

Também há instruções de como calcular o custo dos Fundos Garantidores e links para os bancos privados, cooperativas de créditos, fintechs (bancos digitais) e da Serasa Experian. O Programa de Crédito Turístico foi lançado em 2019 pela Secretária de Turismo do Estado de São Paulo e a Desenvolve SP, com o objetivo de ajudar no desenvolvimento de destinos turísticos, com investimentos e para aquisição de bens e equipamentos.

Com a crise econômica causada pelo coronavírus, o Governo do Estado mudou o foco do programa para auxiliar no acesso a capital de giro – salários, aluguéis, fornecedores e outras despesas fixas e operacionais.

Deixe uma resposta