Rio de Janeiro já tem ocupação de 45% para o Réveillon

O Sindicato dos Meios de Hospedagem do Rio de Janeiro (Hotéis Rio) divulgou a primeira prévia de ocupação hoteleira para o Réveillon 2021. Até o momento, a média de ocupação dos hotéis cariocas está em torno de 45% na capital, no período de 31 de dezembro de 2020 a 3 de janeiro de 2021. As regiões de Ipanema/Leblon e Copacabana/Leme são as mais procuradas, com 51% e 50% dos quartos ocupados, respectivamente, seguidas por Barra da Tijuca/São Conrado (47%) Centro (43%) e Flamengo/Botafogo (34%).

“Mesmo que, neste ano, o Réveillon de Copacabana não seja nos moldes tradicionais que conhecemos, medida totalmente coerente e necessária, estamos bastante otimistas. A Barra da Tijuca, por exemplo, se fortalece como destino de réveillon, com suas festas privativas nos hotéis e um público familiar, que é característico do bairro e está alinhado com o novo perfil de viajante da pandemia. E a tendência é que toda a hotelaria carioca siga este modelo, respeitando, é claro, todos os protocolos sanitários de segurança”, comenta o presidente do Hotéis Rio, Alfredo Lopes.

Por causa da pandemia, de acordo com a Riotur, o Réveillon Rio 2021 terá seis palcos espalhados pelos pontos turísticos mais famosos da cidade, porém, sem presença de público e com todas as áreas isoladas. Será possível acompanhar os shows pela televisão e por plataformas digitais. 

Deixe uma resposta