Recursos para obras turísticas em São Paulo ultrapassam R$ 100 milhões

Mesmo com a crise no setor, o turismo continua a receber ajuda para realizar obras e melhorar a infraestrutura turística. Apenas no Estado de São Paulo, esses recursos chegaram a R$ 101,9 milhões em 2020, com repasses dos aportes feitos pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo através do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur). Nesta semana, foram liberados mais R$ 2,9 milhões.

Atualmente, 150 cidades são beneficiadas com as verbas. Entre as regiões que receberam o maior valor está Baixada Santista com R$ 28,8 milhões (com 28% do valor total), seguida por Campinas (que inclui o tradicional Circuito das Águas), com R$ 19,6 milhões (19%) e a cidade de São José dos Campos, incluindo o Vale do Paraíba, Mantiqueira e o Litoral Norte, que receberam recursos na ordem de R$ 10,9 milhões (11%). 

Os valores são destinados aos municípios que já estão com obras em andamento e fazem parte de uma das estratégias de recuperação da Secretária do Turismo para reduzir o grande impacto que a pandemia da Covid-19 causou no segmento. “A continuidade preserva empregos locais e deixa os destinos mais bem preparados para o retorno dos visitantes”, explica o secretário Estadual de Turismo em São Paulo, Vinicius Lummertz.

Acesso aos investimentos

Para o município ter acesso aos recursos da Dadetur, é preciso passar por várias etapas, começando pela aprovação do pedido, feito pelo Conselho Municipal de Turismo local. A partir daí deve ser apresentado um plano de trabalho e o projeto do que será executado. Após a aprovação de todos os requisitos, a instituição repassa os valores de forma gradual, de acordo com a evolução da obra.

A verba de R$ 2,9 milhões foi dividida entre treze municípios: Nuporanga e Brodósqui, na região de Ribeirão Preto; Caraguatatuba, no litoral norte; Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira; Ibitinga, na região de Araraquara; Bertioga, no litoral sul; Santa Fé do Sul, a noroeste do Estado, já na divisa com Mato Grosso do Sul; Itaóca, no Vale do Ribeira; Sud Menucci, na região de Araçatuba; Santo Expedito, região de Presidente Prudente; Cunha, no Vale do Paraíba; Águas de Santa Bárbara, região de Sorocaba; e São Pedro, regional de Campinas.

Deixe uma resposta