Reaberturas hoteleiras avançam no mês de agosto

Os hotéis no Brasil continuam reabrindo após as paralisações que aconteceram desde o mês de março em razão da pandemia da Covid-19. Segundo dados do relatório de Oferta de Disponibilidade Hoteleira do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), a previsão de retomada das unidades habitacionais (UHs) no Brasil será de 58,1% apenas neste mês de agosto. Mesmo com a capacidade reduzida, os hotéis seguem os protocolos de segurança e higienização para oferecer segurança aos hóspedes e funcionários.

Confira abaixo:

Hotel Fasano São Paulo e Angra dos Reis (RJ)

Para reabertura de suas unidades, o grupo Fasano segue as determinações do Governo Estadual e os protocolos e orientações da Vigilância Sanitária do  Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS). O hotel conquistou o selo certificação de higienização  SafeGuard, do Grupo Bureau Veritas.

A unidade paulistana do Fasano está funcionando desde o dia 1º de agosto. Os apartamentos e serviços foram limitados para a equipe de funcionários possa controlar a segurança dos espaços e a saúde dos hóspedes.

Já a unidade de Angra dos Reis, município do Rio de Janeiro, retomará suas atividades no dia 15 de agosto sob as mesmas orientações. Dessa forma, o Fasano Angra dos Reis reabrirá de forma gradual, com capacidade reduzida dos apartamentos, além de operações e serviços limitados.

Meliá Hotels Internacional

TRYP São Paulo Iguatemi é um dos hotéis que serão reabertos

A rede continua reabrindo seus empreendimentos e, nesta semana, a volta foi marcada com as unidades Meliá Campinas e TRYP São Paulo Iguatemi. Por sua vez, o hotel Meliá Paulista está previsto para retomar as atividades no dia 17. As unidades que já estão em funcionamento parcial nos últimos meses, vão aumentar a capacidade máxima das acomodações para receber maior quantidade de hóspedes.

No mês de junho, a rede hoteleira desenvolveu o programa global de higienização “Stay Safe With Meliá, com protocolos que devem ser seguidos por todos os hóspedes e colaboradores desde o momento da reserva até a pós-estadia. O projeto tem a inspeção da Bureau Veritas, que comprova a implementação das novas normas de segurança sanitária nas unidades.

Os empreendimentos disponibilizam dispositivos de álcool em gel nas áreas comuns e Equipamento de Proteção Individual (EPIs) para todos os funcionários realizar a limpeza dos quartos. Os itens que forem retirados das acomodações após a desinfecção serão lacrados para não haver risco de contaminação.

Casana Hotel

No Ceará, o Casana Hotel, localizado na praia do Preá, a 280 km de Fortaleza, reinicia suas atividades com um manual de biossegurança. A implementação das normas no empreendimento tornou-se mais fácil pelo fato de estar localizado em uma área privativa.

Faz parte da política do hotel a ocupação máxima de 20 pessoas e, muitas vezes, as reservas são destinadas a uma mesma família ou grupo. Obedecendo aos protocolos de saúde, os hóspedes terão que medir a temperatura ao chegarem na acomodação e suas malas serão higienizadas.

Uma suíte foi reservada exclusivamente para o caso de algum cliente apresentar sintomas do vírus e ficará no espaço até que seja avaliado por uma equipe médica.

Durante o funcionamento do hotel, os funcionários irão trabalhar com máscaras, luvas, aventais e todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) adequados.

Pousada Rancho do Peixe (CE)

A pousada Rancho do Peixe (CE) já está funcionamento novamente desde o dia 1º de agosto. Os protocolos sanitários incluem o processo de check-in e check-out online e tapete desinfetante com substância à base de cloro na entrada da pousada para limpeza dos calçados. Na reabertura, os serviços da Luma Espaço Relaxante e a escola Rancho do Kite também seguirão às normas estabelecidas pelo empreendimento.

Todos os alimentos passarão pelo processo de higienização. Os cardápios físicos serão substituídos pelos menus expostos em lousas e no formato digital, que pode ser acessado via QR Code ou via WhatsApp. O serviço de transfer entre Jeri-Preá (vice-versa) funcionará apenas com a capacidade reduzida para manter o distanciamento mínimo necessário.

NH Curitiba The Five

Na segunda-feira (3), o hotel NH Curitiba The Five, primeiro empreendimento da rede espanhola NH Hotels no Brasil, que faz parte do grupo Minor Hotels, reabriu suas portas ao público.

Em meio ao cenário pandêmico, a marca redefiniu a experiência do cliente com base no programa Feel Safe at NH. O plano complementa as medidas sanitárias estabelecidas com a Certificação SGS (Société Générale de Surveillance), fazendo a revisão de todos os protocolos de operação.

Com perfil tecnológico, o hotel oferece soluções criativas para realização de eventos híbridos, com equipamentos um sistema robusto de streaming inclusos nos pacotes para atender as expectativas dos clientes corporativos.

Pousada Literária de Paraty (RJ)

A Pousada Literária Paraty, localizada na cidade fluminense, já está em funcionamento. Seguindo as novas regras e protocolos de saúde, os serviços de check-in e check-out, spa, limpeza de quarto e reserva para usar o restaurante serão feitos pelo dispositivo móvel, evitando contato social na área da recepção.

No setor de governança, dois profissionais serão responsáveis pela higienização do quarto, que será feita por etapas. Enquanto um ficará responsável pela desinfecção, o outro se preocupa em arrumar o quarto para a chegada do próximo hóspede.

Na parte do restaurante, o serviço funcionará no formato de room service. O café da manhã será servido no formato à la carte para não expor os alimentos à contaminação.

Travel Inn Hotels

Travel Inn Conde Luciano (SP)

A rede Travel Inn anuncia a reabertura de sete de suas nove unidades. Apenas os hotéis Travel Inn Trancoso (BA) e o Travel Inn Axten Caxias do Sul (RS) estão previstos para voltar no dia 1º de setembro.

Seguindo os protocolos e medidas de higienização, a rede realizou um treinamento com os colaboradores sobre as práticas de prevenção, incorporou novas rotinas de procedimentos de limpeza nas áreas comuns e apartamentos e todos os espaços oferecem dispositivos de álcool em gel. Os materiais que possam servir como meio de transmissão da Covid-19, no caso dos objetivos de papelaria, foram retirados dos espaços.

Os apartamentos, maçanetas, interruptores, telefones e bancadas de trabalho também são desinfectados de forma redobrada, bem como superfícies frequentemente tocadas e controles remotos que, após esses procedimentos serão lacrados. A troca de enxovais e amenites é feita após cada check out e o serviço de arrumação a cada 72 horas, sem a presença do cliente e com a reposição dos itens de frigobar.

Os setores de bares e restaurantes de todas as unidades, assim como as salas de reuniões e eventos, estão funcionando com metade da capacidade habitual. Além disso, itens de coffee breaks serão servidos em embalagens individuais para garantir a segurança dos usuários.

Radisson Alphaville

Localizado no município de Alphaville, na grande São Paulo, o Radisson Alphaville é o único hotel de luxo na região que retomou as atividades. Durante o período de pausa, o empreendimento adequou-se ao protocolo Safe Guard da Bureau Veritas, além de promover alguns ajustes operacionais. 

Os novos procedimentos foram implementados com o apoio de um comitê multifuncional e por um médico infectologista do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP (InCor/HCFMUSP). Os reforços dos padrões de limpeza foram feitos sob o protocolo Safe & Clean, da Atlantica Hotels, administradora do hotel. 

Entre as medidas estão o acompanhamento diário da saúde dos hóspedes e colaboradores, incluindo a triagem na chegada dos funcionários ao hotel para medir a temperatura e verificando se há sinais suspeitos do vírus. Ao chegar ao estacionamento, o cliente é orientado a estacionar o próprio veículo. Quando houver a necessidade de um manobrista, ele higienizará as mãos e usará proteção para cobrir o banco, além de luvas e máscara. 

O Hotel também disponibilizará álcool em gel nas áreas comuns e um kit de amenities nos apartamentos. Os cartões-chave utilizados serão higienizados e todas as roupas de cama lavadas e trocadas na saída dos hóspedes, independentemente de terem sido utilizadas ou não, além dos demais cuidados recomendados pela Organização Mundial da Saúde e autoridades locais. 

Grupo diRoma

L’Acqua diRoma III é uma das unidades que voltará a funcionar no dia 28 de agosto

Em Caldas Novas (GO), o grupo diRoma começa a se preparar para a reabertura após adiar a volta dos serviços, mesmo com o decreto municipal autorizando o funcionamento do setor a partir do dia 1º de agosto.

Depois de utilizar o período em que esteve de portas fechadas para criar um plano de ação, a direção da rede hoteleira decidiu programar sua retomada em etapas. De acordo com o cronograma divulgado, no dia 21 de agosto voltam a funcionar as unidades diRoma Exclusive, Império Romano, diRoma Resort e diRoma Fiori. Uma semana depois, no dia 28 de agosto, as portas serão reabertas no Thermas diRoma, no Villas e no Piazza diRoma. Na mesma data, as cinco unidades do L’Acqua diRoma voltam a receber hóspedes, juntamente com o parque aquático Acqua Park Splash, que funcionará parcialmente.

Em fase de preparação para a reabertura, o grupo começou a treinar os colaboradores para assegurar aplicação das normas de prevenção durante o trabalho. Os protocolos incorporados nos empreendimentos serão regulados pelas comissões de Covid-19.

Hotel Juma Amazon Lodge

Para quem deseja explorar a selva amazônica, o hotel Juma Amazon Lodge reabre nesta quarta-feira (5). Ao realizar os tours pela região, o uso de máscara será obrigatório, com exceção para as caminhadas em que a pessoa deverá manter no mínimo 1 metro de distância entre os outros participantes. Todos os equipamentos utilizados nas atividades passarão pelo processo de higienização.

Os traslados entre Manaus até o Lodge também passarão pelo processo de desinfecção após cada serviço prestado. Ao chegar no hotel, os clientes receberão um kit com máscara de três camadas, luvas e um pequeno frasco de álcool em gel. A direção do hotel orienta para o uso de reservas online para evitar o contato físico e reduzir o tempo de espera na recepção.

Na parte de alimentação, o cardápio estará em um pedestal para que não seja tocado e o número de lugares no restaurante será reduzido. O manuseio das refeições também seguirá os padrões rígidos de segurança.

Os bangalôs e áreas comuns serão higienizados e limpos duas vezes por dia com produtos desinfetantes próprios para o combate ao coronavírus. As redes das varandas dos bangalôs serão retiradas e apenas utilizadas mediante a solicitação.

Deixe uma resposta