Maitei Hotel homenageia moradores locais com série de vídeos caseiros

No mês das festas juninas, época mais festejada no Estado do Nordeste, o Maitei Hotel lançou o projeto “Gente da Terra” para homenagear os moradores do município de Arraial D’Ajuda que contribuem para a preservação dos costumes e tradições regionais. A ação é composta por uma série de vídeos caseiros, que serão lançados semanalmente, sempre às quartas-feiras, no IGTV do Instagram do hotel.

A proprietária e empresária do hotel-boutique, Érika Sanches, afirma que a proposta da iniciativa vai além de homenagear, mas procura também valorizar as pessoas que fazem a produção local, ajudando o hotel na sua atuação sustentável e apoio ao turismo de base comunitária.

“Queremos mostrar às pessoas que vivem e trabalham no local onde está localizado o hotel, que elas têm uma história para contar. Além disso, alguns personagens retratados, cada qual em sua atividade, fornecem alimentos e produtos para o nosso restaurante”, conta Érika.

A empresária também recordou que o hotel oferece diversas experiências que permitem a seus hóspedes vivenciar uma experiência na cultura regional através da parceria com os moradores e profissionais do município. Entre as atividades oferecidas estão a observação de baleias, passeios de bike e quadriciclo, voos de parapente, terapias holísticas e consultas com o babalorixá local.

Primeiro episódio da série

Marly Pinheiro dos Santos

A primeira personagem da série “Gente da Terra” é a Maria Marly Pinheiro dos Santos, mãe de quatro filhos e conhecida como ‘dona Marly’, que faz bolo de milho – comida típica das festas juninas e que faz parte das delícias servidas aos hóspedes no café da manhã. O vídeo – que é simples e feito sem ensaios – ensina o passo a passo da receita, que leva ovos caipiras recolhidos no galinheiro da casa e coco seco cultivado no quintal da homenageada.

“Com esses vídeos nós queremos levar um pouquinho dos nossos costumes, ritos e tradições para a casa de nossos amigos e hóspedes, apresentando a eles a nossa gente e compartilhando, sobretudo, a essência de uma comunidade”, diz.

Deixe uma resposta