Latam quer expandir operações em 50% a partir de agosto

Devido ao aumento gradual da demanda no mercado doméstico, a Latam Airlines Brasil aumentará suas operações no mês de agosto e setembro. De acordo com a companhia, serão realizados 244 voos diários até o final de setembro.

Quando comparado a média de 750 voos diários no Brasil em 2019, o número ainda é baixo. No entanto, comparado com os 110 voos realizados em julho deste ano, em meio ao cenário de pandemia, observa-se um pequeno aquecimento na demanda.

Os principais centros de conexão da empresa que são Guarulhos (São Paulo) e Brasília serão fortalecidos com o aumento da demanda. Segundo a empresa, Guarulhos atenderá 300 cidades, com adição de 27 destinos,  e 200 a partir de Brasília, com mais de 28 destinos.

“Ao mesmo tempo em que continuamos nossa reestruturação financeira e garantimos o compromisso do acesso a mais de 12 bilhões de Reais pelo DIP (debtor-in-possession), sem a ajuda dos governos até o momento, a Latam Brasil volta a acelerar e aumenta sua oferta de voos. Este é um sinal claro do compromisso da empresa em permanecer como a principal companhia aérea do Brasil, agora e no futuro”, comenta Jerome Cadier, CEO da Latam Brasil.

Destinos Internacionais

Em nota, a companhia anunciou que o Aeroporto Internacional de Guarulhos conectará 19 cidades brasileiros à rede internacional da Latam que atenderá, no primeiro momento, a cidade de Lisboa, Madri, Frankfurt, Londres, Miami e Santiago. A partir de setembro, a operação se estenderá para os destinos de Lima, Nova York, México, Montevidéu, Buenos Aires (Ezeiza) e Assunção.

Medidas de segurança e flexibilidade comercial

Em meio ao cenário atual no enfrentamento à pandemia do coronavírus, a companhia aérea opera sob as medidas de segurança estabelecidas pelas autoridades sanitárias internacionais  e locais. A flexibilidade para remarcação de viagens ainda estão disponíveis para atender às necessidades dos clientes.

Deixe uma resposta