Gramado é classificada como bandeira vermelha e hotéis devem operar com apenas 40% dos quartos

No último sábado (13), o governo estadual do Rio Grande do Sul determinou que a região da Serra está na bandeira vermelha, dentro do modelo de Distanciamento Controlado. Essa medida, que inclui Gramado, inicia nesta segunda-feira (15) e é válida por 15 dias. Durante o período, os setores de restaurantes e hotéis terão mudanças.

Os hotéis passam a operar com apenas 40% dos quartos disponíveis. Já os restaurantes, padarias e lanchonetes deixam de operar na modalidade presencial, ofertando serviços apenas por meio de tele-entrega, pegue e leve ou drive-thru.

O Gabinete de Crise da Prefeitura de Gramado esteve reunido para debater o impacto do decreto do governo do Estado. Depois de reunir informações das diversas secretarias que integram o gabinete e das próprias entidades empresariais, ficou decidido que toda e qualquer decisão deve ser tomada de forma conjunta pelos municípios e entidades da Região das Hortênsias.

Entre as ações, está sendo agendada uma reunião com o governador Eduardo Leite para sensibilizá-lo com relação ao impacto econômico da decisão na cadeia turística. A intenção é que a Região das Hortênsias mantenha-se classificada na bandeira laranja, que é bem menos restritiva. Enquanto não houver mudança de classificação, a orientação às empresas é que seja cumprido o decreto estadual, que se sobrepõe a todos os decretos municipais editados até agora.

Confira abaixo o que deverá ser cumprido:

Hotéis e similares (geral): 40% dos quartos

Restaurantes à la carte, prato feito e buffet sem autosserviço: 50% de trabalhadores – presencial restrito (exclusivo) para tele-entrega, pegue e leve e drive-thru

Restaurantes de autosserviço (self-service): fechados

Lanchonetes e padarias: 50% de trabalhadores – presencial restrito (exclusivo) para tele-entrega, pegue e leve e drive-thru

Deixe uma resposta