Food Service: cenário e desafios

O cenário atual do mercado visto pelo lado politico, econômico ou jornalístico é quase terrível, para não dizer caótico. Se olharmos alguns segmentos vamos ter a sensação de que o mesmo está acabando ou que vai demorar anos para se recuperar.

Nesta maré de incertezas, o segmento de food service apresenta muitos sinais positivos, pois vem se destacando nos últimos 10 anos com crescimento bem acima do PIB nacional.

Este segmento no geral já é complexo, e ainda conta com ajuda de nossa maravilhosa infraestrutura, com o apoio total dos órgãos governamentais, com leis criadas a toque de caixa para nos ajudar e com uma carga tributária justa e eficiente.

Ou seja, não basta gostar de gastronomia, ter paixão por comida, ter capital para investimento ou mesmo conhecimento para montar um negócio de forma adequada.  Não adianta investir um ou dois milhões num belo restaurante, fazer o melhor menu, ajustar o melhor serviço, ter a melhor adega de vinhos, se lá atrás, onde chamamos de back office, não tiver processos bem definidos e pessoas bem treinadas para tocar e gerenciar estas operações.

De nada adianta investir R$ 50 mil em um bom forno combinado, em uma grelha de última geração e, no escritório, fazer com que as pessoas trabalharem com equipamentos antigos, sem infraestrutura, sem treinamento, e ainda pedir para eles controlarem tudo em Excel.

Manter um bom fluxo de caixa, gerenciar o estoque, controlar e gerenciar os custos são tarefas árduas que levam tempo e desgastam, pois é a junção de diversos dados, de diversas fontes. Quando não estão integrados, é um problema grande a ser resolvido.

Para deixar este cenário ainda melhor, o mercado não conta com o número de pessoas suficiente, treinadas e qualificadas para desenvolver estas tarefas, isso por que minimamente é preciso entender dos processos deste segmento para fazer uma boa gestão.

 O resumo é:

• Invista no seu back office • Invista em processos simples, mas adequados à sua operação • Invista tempo falando com sua equipe e observando sua operação • Ajuste seus processos com pessoas dedicadas e treinadas • Invista seu tempo na análise das informações obtidas • Invista no seu sistema de retaguarda

* Marcelo Gallo é sócio da ACOM Sistemas, empresa especializada em sistema de gestão para Food Service e proprietário da DOMGALLO Gastronomia. 

Deixe uma resposta