Festuris marca a retomada das feiras presenciais na América Latina

A 32º edição do Festuris Gramado (RS) encerrou no último sábado (7) como a  retomada das feiras de turismo presenciais na América Latina. De acordo com a organização, foram 6.000 reuniões agendadas pelos mais de 5.000 mil inscritos através do aplicativo do evento. O encontro foi realizado de forma presencial sob todos os protocolos exigidos, incluindo a certificação Covid Free, do IBES International

Apesar da redução do número de participantes e expositores, devido à impossibilidade de muitos países enviarem pessoas ao Brasil em razão do fechamento de fronteiras, o público conseguiu realizar diferentes negócios. Ao todo, o evento teve 130 estandes e mais de 1.500 marcas em exposição, distribuídas em uma área de 25 mil metros quadrados dos pavilhões do Serra Park, na Serra Gaúcha. 

“Recomeçar é a palavra de ordem e colocamos muito disso à parceria de expositores, participantes e da imprensa, que fizeram do Festuris o palco para esse momento histórico. Nós derrubamos muros, criamos oportunidades e mesmo diante da pandemia apresentamos um evento de qualidade”, destacou o CEO do Festuris, Eduardo Zorzanello.

A fundadora e também CEO do evento, Marta Rossi, destacou a importância do evento para toda a cadeia produtiva. “Tivemos quase 500 profissionais de diversos segmentos e ramos de atuação trabalhando no staff da feira. A maioria deles sem eventos desde o início da pandemia. Era hora de retomar. Muitos não acreditavam que chegaríamos até aqui, mas agora somos referência para os próximos eventos”, acrescenta.

Neste ano, a edição teve como foco a Saúde e Sustentabilidade. Para a próxima edição, o turismo rural deverá ganhar ainda mais espaço, uma vez que ele que é uma das tendências da OMT para o setor.

Créditos das fotos: Jei Heydt e Cássio Brezolla.

Deixe uma resposta