Cama e Banho

Enxovais ganham atenção especial na hotelaria

Cama macia e confortável e chuveiro quente são os principais pontos observados em um quarto de hotel, certo? Também. A apresentação e a qualidade dos produtos oferecidos aos hóspedes também são muito importantes na escolha do hotel. Roupas de cama esgarçadas, manchadas ou com mau cheiro proporcionam uma péssima primeira impressão ao cliente, assim como as toalhas que não secam direito ou aparentam muito tempo de uso. Investir em enxovais modernos e, sobretudo de qualidade, é fundamental.

“No mercado há uma série de opções de tecidos, modelos, cores, estampas e tamanhos. A indústria têxtil inova a cada dia. Mas, antes de comprar, deve-se pensar na vida útil e no toque do conforto que se pretende proporcionar ao hóspede, diz Maria José Dantas, presidente da Associação Brasileira de Governantas e Profissionais da Hotelaria (ABG).

Camila Balleirini Olivo, governanta do Grande Hotel São Pedro – Hotel-escola Senac, explica que a qualidade dos lençóis, por exemplo, depende da quantidade de fios tecidos por polegada quadrada. “Os compostos 100% de algodão e que utilizam no mínino 180 fios apresentam maior durabilidade e suavidade ao toque”, diz.

Para as toalhas e roupões, deve-se observar a gramatura, ou seja, quantidade de gramas de algodão por metro quadrado. “Quanto mais algodão, mais maciez e poder de absorção”, diz Camila ao enfatizar que o hotel opta sempre pelos melhores enxovais, com maior durabilidade e textura suave. “Somos um hotel-escola e pregamos a excelência nos nossos serviços”, diz.

No Grande Hotel há ainda um projeto de utilização de enxovais diferenciados de acordo com a categoria dos apartamentos. Para as unidades superior e luxo, continuarão a ser usados os de 200 fios. Nas suítes serão implantados lençóis 300 fios em 100% algodão. Já na Vila do Golf, chalés de alto luxo, Suíte Grande Hotel e Suíte Primavera utilizarão roupas de cama com 600 fios também 100% algodão. “No banheiro das suítes e Vila do Golf já utilizamos enxovais diferenciados, com alta gramatura e tamanho gigante”, afirma a governanta.

Entre os materiais de maior qualidade, as profissionais destacam o algodão egípcio e o pima cotton, ambos caracterizados por suas fibras extra-longas, que permitem uma maior maciez, “As peças confeccionadas com mil fios ou mais em uma polegada quadrada chegam a ter toque de seda”, exclama Maria José Dantas, da ABG, ao afirmar que mesmo os tecidos com composição mista, produzidos com algodão e poliéster, por exemplo, têm espaço na hotelaria. “Eles apresentam durabilidade e também oferecem conforto”.

Estilo e sofisticação

De acordo com a presidente da ABG, não há uma regra para a arrumação da cama. A quantidade de itens depende da categoria do hotel. “Podemos montar uma cama com sete artigos básicos: saia de cama, protetor de colchão, lençol de envelopamento do colchão, lençol para cobrir, duas fronhas e um cobertor. Essa montagem estaria adequada às categorias econômicas”, explica. Já nos grandes empreendimentos, o número de artigos pode triplicar e incluir colchas, porta travesseiros, edredons, mantas, pillow top e almofadas. “As peças que compõem o enxoval são associadas à proposta de serviço oferecido”, frisa.

Para o banheiro, as peças básicas encontradas em hotéis de categorias econômicas e superior são confeccionadas com 400 gramas de algodão, em média, por metro quadrado. Já os roupões mais comuns podem ser canelados, atoalhados de piquet ou misto. “Tudo depende do uso, se for para a área do spa, deve ser de piquet leve. Já para a piscina, o ideal é utilizar os atoalhados”, diz Maria José.

Quando o assunto é cor, as profissionais são enfáticas ao afirmar que o branco é a melhor pedida. “O branco significa limpeza e destaca qualquer tipo de sujidade”, enfatiza Christian Bernardi, diretor de Marketing e Vendas do Tivoli Hotels & Resorts Brasil, que também aposta em um enxoval elegante e confortável como cartão de visitas para o empreendimento.

Outro aspecto levado em consideração na escolha do branco é a facilidade de combinação com os móveis e demais artigos que compõem o apartamento, como cortinas, cor da parede e peças decorativas em geral. Entretanto, o enxoval não precisa ser inteiramente branco. Há a possibilidade de utilizar cores e estampas em alguns artigos sem prejudicar a estética, como propõe Camila. “Podemos colorir o quarto nos detalhes, como em peseiras, travesseiros de rolinho ou almofadas”.

No Mabu Royal & Premium Hotel, em Curitiba (PR), algumas unidades habitacionais usam e abusam das cores. Azul, laranja, rosa, verde, vermelho, dourado. Cores vibrantes e intensas, juntas e misturadas, mas só nas suítes temáticas. “Sem dúvida, a cor é a característica mais marcante nas suítes. Os tons das paredes, móveis, objetos de decoração caracterizam atmosferas e traduzem os diferentes costumes”, afirma o arquiteto Jayme Bernardo, responsável pela decoração dos apartamentos com temas árabe, havaiano, indiano e japonês. Nos outros apartamentos, a cor padrão é a branca, mas pode sofrer variações para harmonizar o ambiente, como conta o gerente geral do hotel, Jair Ansolin.

Inovação e sustentabilidade

A indústria têxtil busca sempre inovar criando materiais para todos os tipos de clientes. Tecidos impermeáveis, protetores de travesseiro e fronhas antialérgicas são facilmente encontrados em todo o País hoje em dia. Há ainda toalhas com nanotecnologia, o que na prática significa maior maciez, volume e absorção, e jogos de cama com íons de prata, contra fungos e ácaros, e outros feitos com tecnologias que deixam os tecidos mais lisos e auxiliam na hora de passar.

No ano passado, algumas unidades da rede Hyatt Hotels & Resorts nos Estados Unidos e em Aruba passaram a utilizar lençóis e fronhas feitos com algodão orgânico, linha que deve ser ampliada também para as peças do banheiro ainda em 2011. “Levando em conta nosso comprometimento com a sustentabilidade foi fácil tomar a decisão de incorporar a nova linha em nossas suítes premier”, afirma Kevin Maciulewicz, diretor de hospitalidade da rede para a América do Norte.

Há ainda no mercado nacional uma linha completa feita com malha ecofriendly, que mistura fios feitos a partir de garrafas pet ao puro algodão, em um processo ecologicamente correto, com redução de gasto energético e consumo de água e menor impacto de tinturaria. Para se ter uma ideia dos benefícios ao meio ambiente, um jogo de cama completo retira, aproximadamente, 80 garrafas da natureza.

Deixe uma resposta