Cafés dos Mestres: empresários lançam produtos exclusivos e estreiam na hotelaria

Os irmãos e empresários mineiros Lucas e Thiago Araújo (foto), sócios da Agência ABR, acabam de lançar o Cafés dos Mestres. A iniciativa tem como embaixador o mestre de torra Jack Robson, que atua como um consultor no desenvolvimento dos produtos, mas o processo colaborativo envolve dez mestres torradores.

Atualmente estão disponíveis para compra online três opções de café: o Single 1, Single 2 e o Blend. Os sabores têm laranja, cereja, framboesa e amêndoa, maçã verde, uva verde e pera, ou cereja, abacaxi e caramelo nas variações. Entre fevereiro e março deste ano será lançada uma linha Drift, diluída em água. E todo mês haverá um café diferente no clube de assinatura do Cafés dos Mestres.

“Temos uma agência de comunicação, mas já atuávamos nesse meio do café. Por isso, notamos que o mestre não tem reconhecimento, sendo que ele é o principal responsável por tirar o melhor café. Se contempla sempre o produtor e a fazenda, e o mestre fica esquecido. Então tivemos a ideia de montar um café colaborativo”, explica Thiago.

Além do objetivo de disponibilizar em breve os produtos em supermercados, outra área no radar dos empresários é a hotelaria, que já conta com o primeiro cliente: a Pousada Pequena Tiradentes, em Minas Gerais. “Exploramos o café como produto premium para hotéis e pousadas que têm esse tipo de cliente. A Pequena Tiradentes é a nossa primeira parceira e começamos a ativar o case. Desejamos ainda expandir a mais locais em todo o Brasil e também no Exterior”.

Os mestres do projeto são: Francisco Lentini e Flávia Lentini, da Muana (Cafés de Varginha/MG), Jonathan Piazarolli (Espírito Santo), Thiago de Oliveira Sidney Viana, conhecido como Rasta, de Pedregulho (São Paulo), Luís Mendonça da Roast (Minas Gerais), Carlos Vasconcelos (Alagoas), Luis Paulo Carvalho de Mendonça, de Belo Horizonte (Minas Gerais), Fernando de Albuquerque Sá, da Koar Francisco Sá (Recife), Gabriel Carvalhaes (Rio de Janeiro) e Michele Loreto (Paraná).

Deixe uma resposta