Bares e restaurantes ganham protocolos sanitários para reabertura em SP

O Governo do Estado de São Paulo divulgou protocolos com as recomendações a serem adotadas pelas atividades do turismo em sua reabertura, dentro da fase denominada retomada consciente do Plano São Paulo. Além de uma versão para os meios de hospedagens, foi divulgado o material com foco em bares e restaurantes, além de uma cartilha mais abrangente, com outros serviços de turismo como locadoras de veículos, operadoras, agências de viagens e de receptivo.

O plano de retomada está divido em cinco fases que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (vermelho) a etapas identificadas como controle (laranja), flexibilização (amarelo), abertura parcial (verde) e normal controlado (azul). O objetivo da classificação é assegurar atendimento de saúde à população e garantir que a disseminação do coronavírus em níveis seguros para modular as ações de isolamento.

Recomendações para bares e restaurantes

A cartilha faz recomendações em quatro itens: distanciamento social, higiene pessoal, limpeza de ambientes e comunicação. De acordo com o texto, os estabelecimentos devem considerar um modelo de negócio baseado em reserva de assentos para evitar aglomerações no local, e também selecionar funcionários para servir os clientes no caso de self service.

Os utensílios devem ser higienizados com frequência, sendo colocados em embalagens apropriadas (tendo como opção talheres descartáveis). Os temperos e condimentos ainda devem ser oferecidos em sachês ou em porções individualizadas.

Os cardápios precisam ainda ser adaptados para evitar o manuseio, dando lugar a menus com QR code ou de papel descartável. Todos os uniformes das equipes deverão ser lavados e trocados diariamente, sendo levados ao local de trabalho em saco plástico ou outra proteção adequada, usando-os apenas nas dependências da empresa.

Os documentos disponibilizados pelo Estado deverão ser seguidos pelas Prefeituras para a formulação dos decretos municipais de flexibilização da quarentena, a partir de hoje (1º), de acordo com a classificação prevista no Plano São Paulo.

Foto de capa: Patrick Tomasso/Unsplash

Deixe uma resposta