Associados da Adibra e Sindepat se mobilizam em projetos sociais durante a pandemia

O projeto Amo Parque, criado pela Associação das Empresas de Parques de Diversões do Brasil (Adibra) e pelo Sistema Integrado de Parques Temáticos e Atrações Turísticas (Sindepat), se uniu à Central Única das Favelas (Cufa) para apoiar a iniciativa Mães da Favela, no mês em que se comemora o Dia das Mães.

O projeto direciona renda mínima de auxílio a milhares de mães que vivem nas comunidades carentes brasileiras, sensivelmente prejudicadas em meio à pandemia do coronavírus. Pela parceria, as entidades comprometem-se a incentivar seus associados e clientes a divulgar o projeto da Cufa, pelo qual todo o valor arrecadado será revertido em cestas básicas.

Embora fechados e sem receita, parques de diversões, temáticos, aquáticos, itinerantes, centros de diversão familiar e atrações turísticas promovem desde o início da pandemia ações solidárias. O setor já reuniu e entregou mais de 100 toneladas de alimentos, liderando ainda ações de estímulo à doação de sangue.

Confira abaixo alguns dos trabalhos sociais:

Alpen Park – Canela (RS)

O Alpen Park juntou-se à Big Land e ao Mundo a Vapor, atrações da Serra Gaúcha, na campanha beneficente Big Bem. Em dinheiro, as doações são revertidas em cestas básicas, entregues ao Centro Social Padre Franco, entidade sem fins lucrativos responsável pelo atendimento a cerca de 200 famílias carentes de Canela. Cada R$ 50 doados dão direito a um ingresso para o trenó do Alpen Park, para a Big Land e para o trem a vapor do Mundo a Vapor, válidos por até um ano após a reabertura dos parques.

Beach Park – Aquiraz (CE)

O Beach Park, além de doar alimentos e bebidas do parque e do complexo hoteleiro, está mobilizando a sociedade local para ajudar profissionais da atividade turística. O objetivo é doar 30 toneladas de alimentos, arrecadar outras 20 toneladas em doações e parcerias e destinar tudo às comunidades de Aquiraz, onde o complexo está localizado. A primeira parte da doação destinou nove toneladas de alimentos a instituições locais.

Beto Carrero World – Penha (SC)

As lives no canal do YouTube são parte da estratégia de aproximação do parque com seu público e também mecanismo de arrecadação de fundos para o combate à pandemia, com sorteio de ingressos. Além disso, o parque também lançou um alerta físico, instalando uma faixa na Big Tower. Com 2,8 por 25 metros, a mensagem “Xô corona” reforçou a necessidade de todos fazerem a sua parte para evitar a disseminação do vírus.

Grupo Cataratas – 6 atrações pelo Brasil (PR, PE e RJ)

Operador de atrações como o AquaRio, BioParque do Rio, Parque Nacional do Iguaçu e Paineiras-Corcovado, o Grupo Cataratas está cobrindo os custos no valor de R$ 400 mil em alimentos, equipamentos de segurança e testes de Covid-19, além de doar recompensas com ingressos e experiências no valor de R$ 1 milhão.

Hopi Hari – Itupeva (SP)

Para agradecer os serviços prestados no combate à pandemia do novo coronavírus, o Hopi Hari oferece aos profissionais da área da saúde um mês com entrada gratuita. A promoção vale a partir da reabertura do parque. Os profissionais interessados devem preencher o formulário disponível no site www.hopihari.com.br para se cadastrar. No dia da visita, basta apresentar um documento oficial que comprove a vinculação à área da saúde.

Hot Park – Rio Quente (GO)

O Hot Park também entrou na corrente do bem por meio do programa Juntos pela Comunidade. O objetivo é reverter todo o valor dos ingressos comercializados em abril para causas sociais imediatas e de amparo à comunidade. Depois de atingir a marca de duas mil cestas básicas, a campanha foi prorrogada até o final de maio, com 100% da receita dos ingressos destinados à ação social.

Mauricio de Sousa Produções – São Paulo (SP)

A Mauricio de Sousa Produções elaborou duas cartilhas em parceria com o Unicef, com informações do Ministério da Saúde, que reúnem orientações para ajudar no combate ao novo coronavírus. A empresa também fez parceria com o Food Research Center e criou uma cartilha sobre cuidados com os alimentos em tempos de coronavírus.

A publicação tem a personagem Magali como protagonista e está disponível para compartilhamento. A Mauricio de Sousa Produções preparou ainda várias peças gráficas com orientações sobre os cuidados com a higiene no enfrentamento à Covid-19. O material foi doado para uso de todos.

Parque Capivari – Campos do Jordão (SP)

Cerca de 100 cestas básicas foram doadas pelo Parque Capivari, em Campos do Jordão, ao Fundo Social de Solidariedade, em campanha da prefeitura da cidade do interior paulista. O objetivo foi prestar socorro rápido a famílias de baixa renda do entorno, fortemente prejudicadas pelos impactos da pandemia do novo coronavírus.

Thermas da Mata – Cotia (SP)

O parque ofereceu ingressos em troca de alimentos não perecíveis para doação. A cada 3 kg de alimentos, o parque entregou um ingresso válido para qualquer data após a reabertura. Os alimentos foram entregues na portaria do parque, em sistema drive thru. Foram arrecadadas duas toneladas de alimentos, entregues ao Fundo Social de Solidariedade, responsável pela distribuição para famílias carentes da região.

Wet’n Wild – Itupeva (SP)

O Wet’n Wild, preocupado com a redução dos volumes de sangue doados durante a pandemia do novo coronavírus, incentivou seus colaboradores a realizar doações. O parque fez uma campanha de esclarecimento, explicou os requisitos para doar sangue, destacou os cuidados a serem tomados e disponibilizou transporte.