hotelnews

busca

2019
31
05

O cozinheiro do futuro

POR CELSO DOS SANTOS SILVA

A profissão de cozinheiro vem evoluindo rapidamente no mundo corporativo de hotéis e meios de hospedagem; sobretudo nos grandes centros urbanos metropolitanos e destinos turísticos brasileiros com fortes diferenciais geográficos, históricos e culturais. No passado, este profissional necessitava apenas de uma boa formação escolar (até os primeiros 8 (oito) anos de ensino formal) e um curso técnico de cozinha, que o habilitasse nas técnicas básicas de produção de alimentos. Hoje, conhecimentos de tecnologia, higiene alimentar, liderança, relacionamento interpessoal, custeio e controle também são prioridades de experiência profissional e formação educacional.

Num futuro breve, planejar cardápios inovadores, habilidade em treinar ajudantes de cozinha, trabalhar em equipe de forma flexível e com formação e atualização continuas , fazem parte integrante de um cenário futuro que começa hoje. O estilo autoritário dará lugar aos estilos democrático e/ou motivacional.

As novas equipes de cozinheiros necessitarão de novos lideres que falem a mesma língua e linguagem do grupo, altíssimo grau de empatia e, sobretudo uma comunicação focada em resultados e qualidade.

O domínio de um idioma estrangeiro será a porta para uma carreira de sucesso no Brasil ou no exterior; e a chave para o objetivo maior de cozinheiro-chefe.

Na verdade, o cozinheiro do futuro será ou é, um cozinheiro sem fronteiras com uma formação híbrida, experiência diversa e uma visão estratégica das tendências do mercado de produção de alimentos; além disso, deverá ter um comprometimento maior com o social, seus colaboradores, aprendizes, sua comunidade local e o entorno profissional.

Para os hotéis e demais empreendimentos de hospedagem, ele fará toda a diferença para a melhoria contínua dos serviços de café-da-manhã, refeições principais, banquetes e room-service.

A qualidade dos serviços de um restaurante no sistema integrado de hospitalidade será o seu desafio permanente e a oportunidade do mesmo, desenvolver-se enquanto profissional e ser humano, líder e liderado, futuro gestor ou empreendedor.

Enfim, um novo momento, sem fronteiras para crescer de forma sustentável na pirâmide hierárquica de um hotel ou similar. Bom para o hoteleiro, excelente para o profissional e maravilhoso para o mercado.

*Prof. Celso dos Santos Silva é consultor gastronômico e presidente da Cozinheiros sem Fronteiras, no Brasil

 

Compartilhe:

  • Email
  • Postar no Twitter
  • Postar no Delicious
  • Postar no Technorati
  • Postar no Digg
  • Postar no Google
  • Postar no Facebook
  • Postar no Yahoo
  • Postar no Windows Live













c�digo captcha



arquivos


hotelnews

privacidade e segurana Copyright 2000/2014 KRM Edições e Comércio Ltda
Site mantido por Lutimo | Studio

Instagram

Facebook