hotelnews

busca

2016
23
08

Você está preparado para o aquecimento global?

POR PAULO MÉLEGA

Paulo Mélega, Brasil

Estamos em um momento extremamente delicado em relação ao equilíbrio climático da Terra. Os relatórios da ONU mais recentes deixam claro que o ser humano tem interferido fortemente no meio ambiente nos últimos 150 anos, decorrência de uma crescente utilização de recursos energéticos não renováveis (petróleo, carvão e gás natural). Segundo tal relatório, a maior concentração de CO2 (dióxido de carbono) na atmosfera ocasionaria no médio prazo: a) Aumento drástico da temperatura média da Terra; b) Derretimento de parte das calotas polares, com o consequente aumento do nível dos oceanos e alagamento de zonas litorâneas; c) Mudança do padrão conhecido em relação às estações climáticas e aos desastres naturais (tornados, furacões, chuvas etc).

Seguem os possíveis impactos que os fenômenos descritos acima podem ter na atividade turística. 

- Mudança da imagem e vocação dos destinos turísticos: entre as consequências do aquecimento global estão a deterioração de ecossistemas e a extinção de espécies. O aquecimento dos oceanos deve comprometer, por exemplo, a cadeia de corais da Austrália, afetando assim um dos seus principais atrativos turísticos. Da mesma forma, destinos de ecoturismo, como o Pantanal, podem sofrer alterações significativas na sua fauna e flora, afetando sua atratividade. As mudanças climáticas previstas devem alterar a insolação em certas regiões, que estariam mais expostas às radiações solares, expondo seus habitantes (e turistas) a maiores riscos de câncer de pele. Se o inverno ficar menos rigoroso ou curto em certas regiões, destinos turísticos de ski podem perder a  atratividade. Casos como esses reforçam a tese de que a imagem e vocação dos destinos turísticos, tal como conhecemos hoje, deve ser modificada. 

- Diminuição da demanda por viagens: um número maior e mais frequente de desastres naturais, como furacões e tormentas, deve gerar instabilidade e insegurança nas pessoas, com a consequente diminuição da procura por viagens (principalmente longas). Da mesma forma, mudanças na agricultura são tidas como muitos prováveis (ex: diminuição de áreas e períodos de plantio), afetando o abastecimento mundial de alimentos. O alagamento de zonas litorâneas e a falta de alimentos podem gerar o êxodo de pessoas em busca de lugares mais seguros. É provável que ocorra o aparecimento de novas pestes, doenças e epidemias, além da diminuição de reservas de água potável. Este cenário, que podemos classificar de catastrófico, afetaria a estabilidade mundial, prejudicando fortemente a demanda por viagens.

Os impactos ocasionados pelo aquecimento global na sociedade devem gerar também uma resposta imediata dos governos, em busca de mitigação das consequências negativas ocasionadas. Podemos considerar como mais provável que os países desenvolvidos consigam mitigar melhor os impactos negativos do aquecimento global na atividade turística localizada em seus territórios, por terem mais recursos e capacidade de gestão pública.

Não há dúvida de que esse tema é polêmico, com muitas variáveis em aberto. No entanto, faz-se urgente a discussão sobre suas possíveis consequências, seja por uma questão de interesse econômico ou de consciência. Não há dúvida de que o turismo seria afetado pelos impactos do aquecimento global. E também não há dúvida de que a atividade turística pode ajudar a minimizar os impactos desse fenômeno, principalmente através da conscientização das pessoas sobre o tema nas mais diversas regiões do planeta.

Paulo Mélega é graduado e pós graduado em administração de empresas pela FGV-SP, com especilização em investimentos hoteleiros na Cornell. Ele é diretor da Atrio Hotéis, maior frenqueada da Accor no Brasil. Contato: paulo.melega@atriohoteis.com.br. 

Compartilhe:

  • Email
  • Postar no Twitter
  • Postar no Delicious
  • Postar no Technorati
  • Postar no Digg
  • Postar no Google
  • Postar no Facebook
  • Postar no Yahoo
  • Postar no Windows Live













c�digo captcha



arquivos


hotelnews

privacidade e segurança Copyright 2000/2014 KRM Edições e Comércio Ltda
Site mantido por Lutimo | Studio

Instagram

Facebook