hotelnews

busca

acontece / em foco

2019
11
09

Colortel Touch by hotelnews: Gustavo Fonseca aborda a economia circular como propósito na hotelaria

Equipotel 2019, Colortel Touch

Gustavo Fonseca, Gerente de Negócios da Boomera, foi o convidado para o segundo dia de “Colortel Touch by hotelnews” na Equipotel 2019 - que acontece de 10 a 13 de setembro no São Paulo Expo (SP) - para abordar o tema da economia circular e como ela pode diminuir e corrigir os impactos humanos no planeta.

A palestra teve início a partir do levantamento de alguns dados a respeito do lixo no Brasil:

1. O consumo médio de uma pessoa que vive 75 anos é de 40 toneladas de lixo

2. Mais de 500 mil pessoas trabalham no lixo e vivem dele no país

3. Mais de 40% de todo o plástico produzido foi utilizado uma única vez

4. 13 milhões de lixo plástico chegam aos oceanos por ano

5. 66% dos brasileiros não conhece a coleta seletiva

Segundo o especialista, esse contexto faz parte da chamada economia linear - processo de extração de recursos naturais, seguido pelo consumo e descarte. "Isso não faz mais sentido hoje. Nesse tipo de economia, o ciclo de vida dos produtos é curto e gera um enorme desperdício".

São três os desperdícios principais citados: do valor embutido, de vida útil e de ociosidade. Diante disso, "temos uma necessidade de mudança e ela já está acontecendo. O consumidor já busca a sustentabilidade", acrescenta Fonseca.

A mudança necessária é a transição para a economia circular, em que o ciclo de vida continua. "Quando desenvolvemos hoje, olhamos para diversos fatores. Mas quase ninguém se atenta para o que vai acontecer com o material quando acaba seu ciclo de vida". A Adidas foi um dos exemplos mencionados, já que a marca está buscando novas fontes de matérias-primas sustentáveis para seus produtos.

A economia circular envolve fazer conexões, estender a vida útil dos produtos e oferecê-los como serviço. A Brastemp, por exemplo, estendeu a vida útil do seu filtro de água, enquanto a Yellow utiliza uma plataforma de trocas para oferecer um produto como serviço - no caso, as bicicletas e patinetes elétricos.

Para Fonseca, o segmento hoteleiro, em decorrência da eficiência operacional e da necessidade da experiência do consumidor, gera muitos resíduos plásticos por meio das embalagens descartáveis e com porções pequenas. A partir disso, "há duas grandes tendências: a embalagem reutilizável ou a não embalagem - recipientes de uso único diluíveis em água", enfatiza.

O gerente da Boomera ressalta ainda a importância da execução quando se refere à propósito. "O desenvolvimento tecnológico tem feito com que as ofertas sejam semelhantes, tanto em questão de preço quanto qualidade. A sustentabilidade é o ponto de desequilíbrio dessa balança. O que vai fazer o consumidor optar por uma marca ou outra é o quanto ele está conectado com o propósito que a marca acredita".

"A mudança está acontecendo. A grande questão é quem estará dentro e quem estará fora", finaliza Gustavo Fonseca.

*Por Juliana Monaco

Compartilhe:

  • Email
  • Postar no Twitter
  • Postar no Delicious
  • Postar no Technorati
  • Postar no Digg
  • Postar no Google
  • Postar no Facebook
  • Postar no Yahoo
  • Postar no Windows Live













código captcha



notícias relacionadas


hotelnews

privacidade e segurança Copyright 2000/2014 KRM Edições e Comércio Ltda
Site mantido por Lutimo | Studio

Instagram

Facebook