hotelnews

busca

Edição 398

estilo

Hotéis com personalidade  

Empreendimentos deixam de se posicionar pelo preço e investem em sua identidade


Foi-se o tempo em que bastavam estrelas para classificar um hotel. O perfil dos consumidores mudou e o que eles buscam em um empreendimento hoteleiro também. Para se adaptar às novas demandas, a hotelaria precisa se posicionar no mercado de acordo com as experiências que oferece e seu público alvo, além de conseguir comunicar sua proposta aos clientes.


Um dos primeiros passos para essa mudança foi a instauração dos ‘Palácios’, na França, uma categoria acima dos cinco estrelas, que já não eram mais suficientes para classificar alguns empreendimentos. “Os hotéis palácios são a representação do ideal e acabam determinando padrões que podem influenciar até mesmo a hotelaria econômica. É como a alta costura, inacessível para a maioria da população, mas que influencia as marcas mais baratas. O padrão da alta hotelaria inspira a todos”, explica Ricardo Hida, consultor da agência de marketing, comunicação e vendas Promonde, que trabalhou na Atout France na época deste processo. 


Mas o mercado e o consumidor continuaram mudando, e oferecer produtos apenas de acordo com a faixa de preço não era mais suficiente. “Percebemos que antes a classificação dos hotéis era uma pirâmide, indo dos econômicos ao luxo. Porém, entendemos que não dá mais para classificar por tarifas, mas sim pelo comportamento do cliente. Hoje, na mesma faixa de preço, você vai encontrar vários hotéis diferentes, de acordo com o perfil dos hóspedes”, afirma Hida. 


Leia a matéria completa na página 32 da edição 398.


hotelnews

privacidade e segurança Copyright 2000/2014 KRM Edições e Comércio Ltda
Site mantido por Lutimo | Studio

Instagram

Facebook