hotelnews

busca

Edição 406

gastronomia

Rotas gastronômicas

Destino, restaurantes, hotéis e centros de entretenimento unidos para alavancar a economia local


Uma estrada repleta de delícias artesanais. Produtores, restaurantes, meios de hospedagem e centros de entretenimento trabalhando juntos para proporcionar a melhor experiência aos visitantes e fazer girar a roda da economia. Assim são as rotas gastronômicas que, apesar de pouco valorizadas no Brasil, podem representar uma grande oportunidade para o setor turístico em geral, uma vez que a gastronomia é um dos quesitos mais bem avaliados por visitantes de todo o mundo.


Prova disso é o resultado da pesquisa “Demanda Turística Internacional 2017”, realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) a pedido do Ministério do Turismo (MTur). De acordo com o estudo, a gastronomia brasileira recebeu avaliação positiva de 95,7% dos turistas estrangeiros e os restaurantes foram aprovados por 96,4%. Números extremamente positivos e que seguem a tendência mundial. Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), o setor ocupa a terceira posição nas principais motivações dos turistas que viajam pelo mundo.


Para Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), as rotas gastronômicas podem beneficiar o fluxo de turistas nos destinos, sobretudo fora das capitais. “Principalmente porque algumas pessoas viajam em busca de boas experiências gastronômicas”, diz Sampaio, para quem o retorno do investimento nesse tipo de atividade tem tudo para ser positivo, “uma vez que o Brasil possui regiões em que a culinária típica se destaca, como a amazônica, a mineira e a baiana.


Leia mais na página 38 da edição 406.


 


hotelnews

privacidade e segurança Copyright 2000/2014 KRM Edições e Comércio Ltda
Site mantido por Lutimo | Studio

Instagram

Facebook