hotelnews

busca

2014
03
11

Apesar do fator econômico, consumo de saquê deve aumentar no Brasil

Bebida custa três vezes mais aqui do que nos Estados Unidos, primeiro lugar em importação

saquê, consumo, aumento, brasil, importadora

De acordo com a estimativa da Tradbras, uma das principais importadoras de saquê do Brasil, o consumo da bebida, que vem crescendo a cada ano no Brasil, deve aumentar ainda mais, visto que hoje existem apenas 70 rótulos importados no mercado e mais de 1,8 mil fabricantes somente no Japão.

A empresa afirma que em 2012 foram importados 260 mil litros e, até o final deste ano, o número deve subir para 350 mil litros. Apesar de ser uma boa quantidade, o Brasil ainda é um mercado a ser descoberto, visto que atualmente ocupa apenas o 17º lugar em quantidade de saquê japonês importado, dividindo o pódio com a França. Em primeiro lugar está os Estados Unidos com uma importação 30 vezes maior que a do Brasil.

Um dos principais entraves para o crescimento, segundo a empresa, é o fator econômico, pois o mesmo saquê japonês que é vendido para os Estados Unidos custa três vezes mais no Brasil devido aos altos impostos. Outro item é a falta de informação sobre a bebida.

Premium

No Brasil, os saques classificados como ‘Premium´ tem crescido cerca de 40% ao ano, segundo a importadora Tradbras. Consequência natural de quem conhece a bebida e aos poucos vai se familiarizando com os diferentes tipos de saquê. “É a bebida da felicidade, que cria cumplicidade e afinidade entre colegas de trabalho, amigos e familiares”, afirma Celso Ishiy, autor do livro Guia Prático do Saquê (Editora JBC).

Para que se tenha uma ideia, cerca de 90% do saquê vendido no País contém álcool destilado. No entanto, somente 10% dos consumidores da bebida já experimentaram o verdadeiro saquê junmai que é 100% fermentado do arroz, sem álcool destilado e fabricado no Japão. Situação diferente dos EUA e Europa em que o maior consumo é exatamente deste modelo. “Para que o Brasil conheça mais a bebida e aposte em um consumo de qualidade é preciso que haja informação de fácil acesso”, afirma Ishiy. 

Compartilhe:

  • Email
  • Postar no Twitter
  • Postar no Delicious
  • Postar no Technorati
  • Postar no Digg
  • Postar no Google
  • Postar no Facebook
  • Postar no Yahoo
  • Postar no Windows Live













código captcha



notícias relacionadas


hotelnews

privacidade e segurança Copyright 2000/2014 KRM Edições e Comércio Ltda
Site mantido por Lutimo | Studio

Instagram

Facebook